Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Comandante
Início do conteúdo da página

Comandante

Publicado: Segunda, 05 de Agosto de 2019, 16h30 | Última atualização em Segunda, 26 de Julho de 2021, 17h30 | Acessos: 3656

General de Exército TOMÁS MIGUEL MINÉ RIBEIRO PAIVA

Comandante Militar do Sudeste

 

Nascido em 29 de setembro de 1960, na cidade de São Paulo, SP, é filho de Clibas Ribeiro Paiva e de Maria da Conceição Miné Ribeiro Paiva.

Incorporou às fileiras do Exército em 3 de março de 1975, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, sediada em Campinas, SP, tendo sido declarado Aspirante a Oficial da Arma de Infantaria em 12 de dezembro de 1981. Ascendeu ao posto atual em 31 de julho de 2019.

Além dos Cursos de Formação, de Aperfeiçoamento, de Comando e Estado-Maior, realizou os cursos Básico Paraquedista, Mestre de Salto, Estágio Básico e Avançado de Salto Livre, Precursor Paraquedista, Estágio de Comunicação Social e Curso de Especialização em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Foi nomeado Professor Honoris Causa da Academia de Guerra do Exército do Equador, tendo recebido o Distintivo de Comando e Estado-Maior daquele país. Foi palestrante de diversos estabelecimentos de ensino civis e militares, dentre os quais se destacam o Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores e o Colégio Interamericano de Defesa.

Durante sua vida militar, foi oficial subalterno e comandante de companhia de fuzileiros no 7º Batalhão de Infantaria Blindado, em Santa Maria, RS, no 26° Batalhão de Infantaria Paraquedista, no Rio de Janeiro, RJ, e no 33º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Cascavel, PR. Foi instrutor do Curso de Infantaria da Academia Militar das Agulhas Negras, Subcomandante da Companhia de Precursores Paraquedista, Ajudante de Ordens do Presidente da República e Assessor Militar do Brasil junto ao Exército do Equador.

Em missões operacionais, foi Subcomandante do Batalhão de Infantaria de Força de Paz do 7º CONTBRAS, no Haiti. Como Oficial General, foi Comandante da Força de Pacificação da Operação Arcanjo VI, no Complexo da Penha e do Alemão, no Rio de Janeiro, RJ, em 2012.

Comandou o Batalhão da Guarda Presidencial, o Corpo de Cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras, a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, a 2ª Subchefia do Comando de Operações Terrestres, a 11ª Brigada de Infantaria Leve, a Academia Militar das Agulhas Negras, o Gabinete do Comandante do Exército e a 5ª Divisão de Exército, e mais recentemente, no atual posto, foi Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército.

Agraciado com diversas condecorações nacionais e estrangeiras, dentre as quais destacam-se: o Distintivo de Comando Dourado, a Ordem do Mérito Militar - Grã-Cruz, a Ordem do Mérito da Defesa - Grande Oficial, a Ordem do Mérito Naval - Grande-Oficial, a Ordem do Mérito Aeronáutico - Grande- Oficial, a Ordem do Mérito Judiciário – Alta Distinção, a Ordem do Mérito do Ministério Público Militar - Grande-Oficial, a Medalha Militar de Ouro com Passador de Platina, a Medalha Marechal Osório - O Legendário, a Medalha das Nações Unidas – MINUSTAH, a Medalha do Corpo de Tropa – Bronze e a Medalha Marechal Trompowsky com Passador de Ouro.

O Gen TOMÁS é casado com a Sra Márcia Cristina Schoeller Borges Ribeiro Paiva e o casal possui quatro filhos: Marcela Helena, Tomás Filipe, Anna Gabriela e Tomás André.

Fim do conteúdo da página